Ah o Amor!

    Quem gosta de histórias sabe que não há tempero melhor. É ele o propulsor de todas as atitudes loucas que tomamos ao longo do nosso próprio espetáculo. E como somos ingênuos. A verdade é que ninguém sabe discerni-lo com tanta propriedade. Mas ele existe.

     As vezes é melhor fingir que não, porque ele tem essa característica irritante mas que faz todo o sentido:Temos que nos deixar vulneráveis.É horrível ter essa sensação de insegurança, nos colocar em uma posição extremamente frágil pronto para qualquer coisa que venhamos a sentir, fazer, sofrer, viver.

     Entendo quem prefere viver fingindo que ele não existeParece ser uma atitude sensata, mas sejamos sinceros, sabemos que não é.Temos que nos render ao fato de que independente de como ele venha,É ele quem é o responsável por mais da metade da nossa vida.Desde de quando eramos realmente inocentes, Até o momento em que decidimos ser por alguém.

 Culpados, absolvidos, e regenerados por amor.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s